Cortes do Bolsa Família no Natal prejudica famílias

Recentemente o Governo Federal anunciou o pagamento do 13º salário do Bolsa Família, e isso gerou uma autoestima para os beneficiários que puderam realizar sua ceia de Natal com o abono. No entanto, mesmo com o abono natalino cumprido, cerca de 1,16 milhões de famílias brasileiras foram cortadas do programa.

Este é o caso da família de Aurenir Maria da Silva, 38, residente do conjunto Virgem dos Pobres, periferia de Maceió. Sua história foi divulgada em uma matéria publicada no site UOL nessa quarta-feira (25).

A matéria mostra os planos de Maria com o abono natalino anunciado pelo governo federal, no entanto, acabou virando uma frustração.

“Eu esperei tanto esse valor. Mas a verdade agora é que para sobreviver estou recebendo doações. É muito complicado, um Natal da fome passarei”, disse Aurenir Maria da Silva.

A mulher entrevistada pelo site mora em um apartamento pequeno de 40², com seus oito filhos, três netos e um cão chamado Scooby. Sua família recebe o abono desde outubro deste ano denesse Natal vido a uma alegação de “supostas” falta de cumprimento de condicional a frequência escolar de seus filhos. “Meus filhos não faltam aulas, nunca tive problema. Não entendi o que houve”.

Além disso, existe um drama apresentado por famílias que tentam entrar no programa e vem reclamando da falta de agilidade na fila de espera, que segundo o Ministério da Cidadania existe vagas, mas o quantitativo não foi informado.

Contudo, a pasta informou que. “Devido às frequentes mudanças no cenário econômico, o programa necessita passar por um redirecionamento, pois seu principal objetivo, a complementação de renda, está desvirtuado”.

26/12/2019

Fechar